Você está aqui: HomeNotícias › Notícia completa
26/07/2017 às 12:52
Arpen-BR firma convênio com Receita Federal para intercâmbio de informações de óbitos

A Associação Nacional dos Registradores das Pessoas Naturais (Arpen-BR), dando continuidade ao processo de integração com a Receita Federal, firmou uma parceria que permitirá o intercâmbio de informações dos óbitos do Registro Civil com o Cadastro de Pessoas Físicas (CPF).

 

O 2º vice-presidente da Arpen-BR Luis Carlos Vendramin Junior, que intermediou a negociação, explicou como funcionará a parceria na prática. “Nesta fase do convênio feito entre os cartórios de Registro Civil brasileiros, representados pela Arpen-BR e a Receita Federal, os processos de cancelamento do CPF de uma pessoa falecida serão automatizados, realizados através da CRC (Central de Informações do Registro Civil) em até um dia”.

 

Este processo faz parte da segunda fase da integração entre as associações. A primeira foi integração do CPF ao Registro de Nascimento, em 2015. A terceira, que está prevista para 2018, projeta a atualização dos dados cadastrais do usuário automaticamente após a efetivação de casamento, excluindo a necessidade do usuário solicitar alteração de nome, por exemplo, em unidades da Receita Federal.

Acesse todas as Notícias [clique aqui]

MAIS LIDAS

  • 2013-03-12 16:46:17
    Saiba como tirar a certidão de nascimento e...

    Mais de meio milhão de crianças “não existem” para o governo brasileiro porque não são registradas. São 599 mil crianças nessa situação em todo o país, segundo dados do Censo 2010 do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

  • 2013-03-12 16:31:57
    Nomes estranhos são vetados no registro

    Um homem criou uma página no Facebook com uma campanha inusitada: dar o nome de Jaspion para seu filho Caso ele consiga reunir um milhão de internautas que cliquem no “curtir” do perfil

  • 2013-05-07 11:01:07
    Edital do concurso para vagas em cartórios será lançado d...

    Com base na Resolução nº 80 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), o pleno do Tribunal de Justiça da Paraíba aprovou uma resolução que dispõe sobre as desacumulações e acumulações das serventias extrajudiciais vagas do Estado. O estudo tem o objetivo de inserir mais oito cartórios no concurso.